VAMOS ACELERAR O TRABALHO

      PARA MAXIMIZAR O RESULTADO

 
APRESENTAÇÃO

Construímos uma plataforma de produtos e serviços capaz de transformar a forma como os governos realizam suas compras. Aportamos metodologia internacional voltada para o Supply Chain e tecnologias de sistemas de informação inteligentes para produzir um choque de gestão capaz de reduzir drasticamente os custos operacionais e transacionais dos processos dando ao gestor público a capacidade de recolocar no caixa recursos financeiros que antes estavam sendo desperdiçados. 

CENÁRIO ATUAL

Estamos enfrentando em nosso País a maior crise dos últimos tempos. A situação dos estados e municípios brasileiros é caótica.  Para se ter uma ideia, os Estados saíram de um resultado positivo de R$ 16 bilhões em 2015 para um déficit de R$ 60 bilhões no fim de 2017. A crise econômica afetou a arrecadação de impostos e desestabilizou o equilíbrio financeiro das cidades, que têm forte dependência das verbas da União. Com contas em vermelho e desequilíbrio no custeio de pessoal, as prefeituras cortaram despesas e reduziram substancialmente o funcionamento dos serviços essenciais oferecidos à população, além de ficarem sem verbas para investimentos.

Fonte: Auditoria Cidadã da Dívida - 2016

 

Há outros dois problemas gravíssimos que se associam a perda de receita por má gestão do custeio: a sonegação e a corrupção. Segundo o estudo “Sonegação no Brasil” publicado pelo SINPROFAZ, a arrecadação tributária brasileira poderia se expandir em 23,2% caso fosse possível eliminar a evasão tributária cujo indicador médio para todos os tributos apontados neste trabalho foi da ordem de 7,6% do PIB. Se não houvesse evasão, o peso da carga tributária poderia ser reduzido em quase 30% e ainda manter o mesmo nível de arrecadação. Os R$ 571,5 bilhões estimados de sonegação tributária são praticamente equivalentes a 90% de tudo que foi arrecadado pelos estados e municípios juntos, estimados em R$ 638,0 bilhões para o exercício de 2016.

A incompetência pública tem um custo mais alto do que a corrupção. De acordo com dados de uma pesquisa da FIESP-2010, o dinheiro que o País perde com a corrupção representa 1,38% do PIB. Já o custo de administração e logística brasileiro, e aí os dados são do Banco Mundial-2007, representa 15,4% do PIB.

Quanto Custa Brasil
 
TRANSFORMAÇÃO

Diante de um cenário tão excepcional, onde a administração pública não tem margem de manobra para realizar a prestação de serviços que possam melhorar a vida em sociedade, uma vez que estão exauridas as possibilidades de aumento de receita tradicional, promover um choque de gestão nas compras é a melhor alternativa para devolver ao caixa receitas que estão sendo drenadas por ineficiência e corrupção. A área de compras, portanto, pode deixar de ser um centro demandador de recursos financeiros para se tornar um centro gerador de receitas, uma vez que economizando o dinheiro que se perde na má gestão podemos mantê-lo nas reservas estratégicas para os investimentos.

Para realizar esta transformação organizacional, atacamos os problemas crônicos da aquisição de bens e serviços públicos em

três frentes de trabalho:

1- Otimizando os tempos gastos nos processos;
2- Aumentando a eficiência na gestão da informação e no planejamento;
3- Reduzindo os custos operacionais com controle e novas formas de compras

Otimizar 
os Tempos

  • Melhorar os processos

  • Capacitar as pessoas

  • Novas formas de aquisição

Aumentar a Eficiência

  • Sistemas Informatizados

  • Inteligência sobre os dados

  • Planejamento estratégico

Reduzir os Custos

  • Estabelecer SLA 

  • Fazer a gestão integrada

  • Novas oportunidades

NOSSO TELEFONE

+55 (81) 99977.2762

ENCONTRE-NOS

Rua Cláudio Nigro, n. 283

Complexo de Salgadinho - Olinda – PE

NOSSO EMAIL

© 2018 M2M Digital | Todos os Direitos Reservados